Escultura dos 7 Maçons no Campo de Concentração

Imprimir

Até mesmo nos terríveis campos de concentração nazistas, durante a II Guerra Mundial, a liberdade manteve-se como ideal e objetivo para manter a esperança de sobrevivência.

Em 1943, 7 maçons belgas fundaram a Loja Maçónica"Libertè Chère" (Querida Liberdade), no campo de concentração nazista Hut Emslandlager VII, localizado na cidade de Esterwegen, Alemanha.

Foram os fundadores Paul Hanson, Luc Somerhausen, Jean De Schrijver, Jean Sugg, Henri Story, Amédée Miclotte, Franz Rochat e Guy Hannecart.

A inspiração para o nome da Loja foi a letra do hino francês "La Marseillaise".

Maçons Alemães e Belgas construíram em 2004 outro monumento para eternizar a luta pela liberdade!

O projeto foi criado pelo arquiteto Jean de Salle.

Pesquisa: Rogério Vaz de Oliveira