22 de Fevereiro - Dia Internacional do Maçom

Imprimir

O DIA INTERNACIONAL DO MAÇOM

Aos Maçons filiados ao Grande Oriente do Brasil, em caráter oficial, o Dia Internacional do Maçom passou a ser comemorado em cumprimento ao disposto no Decreto n.º 0003, de 10 de fevereiro de 1995, expedido pelo Grão-Mestre Geral, Soberano Irmão Francisco Murilo Pinto, que assim dispõe:

Decreto n.º 0003, de 10 de fevereiro de 1995 da E. V.

OFICIALIZA O DIA INTERNACIONAL DO MAÇOM.

FRANCISCO MURILO PINTO, Grão-Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil, no exercício de suas atribuições legais.

CONSIDERANDO que as Grandes Lojas da América do Norte (Estados Unidos, Canadá e México) aprovaram em sua reunião de 1994 *{que ocorreu nos dias 20, 21 e 22 de fevereiro} por proposta da Grande Loja Regular de Portugal *{ao encerramento dos trabalhos}, a fixação do dia 22 de fevereiro (dia do nascimento de George Washington) como Dia Internacional do Maçom {* inserção nossa};

CONSIDERANDO a figura histórica de George Washington e seu papel na Maçonaria Norte-Americana, onde foi Venerável Mestre da Loja Alexandria n.º 22 de Virgínia, (EUA) além de ter sido um dos redatores da Constituição Norte-Americana e seu primeiro Presidente, artífice da independência daquele país irmão;

CONSIDERANDO os laços de amizade, respeito e carinho que une o Grande Oriente do Brasil e a Grande Loja Regular de Portugal, autora da proposta, além do relacionamento do Grande Oriente do Brasil com as Grandes Lojas da América do Norte;

CONSIDERANDO que o Grão-Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil estava presente à Conferência Nacional das Grandes Lojas Norte- Americanas, por ocasião da proposta do MR. Grão-Mestre de Portugal supra mencionada, a qual foi aprovada então por unanimidade;

 

CONSIDERANDO que estavam presentes também, o Poderoso Irmão Grande Secretário Geral da Grande Loja Unida da Inglaterra, o MR. Irmão Grão-Mestre da Grande Loja Regular da Itália, o MR. Grão-Mestre da Grande Loja Nacional Francesa, além de outros altos representantes da Maçonaria europeia; *{Grande Loja das Filipinas, Grande Loja Regular da Grécia e Grande Loja do Irã}. {* inserção nossa}

D E C R E T A:

Artigo 1.º - Fica oficializado em todo o território nacional o dia 22 de fevereiro como Dia Internacional do Maçom.

Artigo 2.º - As Lojas da obediência comemorarão essa data, anualmente, podendo realizar Sessão separadamente ou em conjunto com outra Oficina.

Artigo 3.º - Esse Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Dado e traçado no Gabinete do Grão-Mestrado Geral, no PODER CENTRAL em Brasília, Distrito Federal, aos dez dias do mês de fevereiro do ano de mil novecentos e noventa e cinco da E. V.

 

O Grão-Mestre Geral

FRANCISCO MURILO PINTO

 

O Gr. Secr. Geral de Administração.         O Gr. Secr. Geral da Guarda dos Selos

       CARLOS ANTONIO VIEIRA                 GUILHERME FAGUNDES DE OLIVEIRA

 

Obs.: O Decreto acima está sendo REPUBLICADO, por ter saído com incorreções no Bol. n.º 03/04, de 10/02 e 17/02, de 1995. [1]

 

Como se vê, a criação do DIA INTERNACIONAL DO MAÇOM representa uma homenagem a um diligente, enérgico, notável e sublime Maçom.

Além das menções que exprimem grandeza no já citado decreto, a título de esclarecimento, cabe, ainda, apresentar as seguintes informações:

GEORGE WASHINGTON nasceu em 22 de fevereiro de 1732, em Bridges Creek, na Virginia, Estados Unidos.

Segundo consta em diversos sítios na internet, George Washington, antes de presidir a Assembleia Constituinte e a própria Republica dos Estados Unidos, em 1.774, foi o representante da Virginia no 1.º Congresso Continental e, a contar de 1.776, durante os cinco anos, como Comandante-geral das forças coloniais, dirigiu as operações da Guerra de Independência. Ao ser firmada a declaração de paz, em 1.783, renunciou à chefia do Exército, dedicando-se então aos seus afazeres particulares.

Posteriormente, a partir de 1.787, em consequência do flagrante propósito de redigir a Constituição Federal, como um dos Delegados da Virginia, passou a tomar parte de reuniões que eram realizadas na Filadélfia, e nesses acontecimentos, não só foi um dos redatores, mas, também, foi eleito, por unanimidade, para presidir a Assembleia Constituinte. Depois de aprovada a Constituição, e havendo a necessidade de se proceder à eleição de um Presidente, função que sugeria algo novo na política norte-americana, George Washington, pelo seu passado, pela sua liderança, e pelo prestígio internacional de que desfrutava, era o candidato lógico e foi eleito por unanimidade, embora desejasse retornar à vida privada e dedicar-se às suas propriedades.

Como Presidente da República dos Estados Unidos, nunca deixou cair no esquecimento a sua formação maçônica. Ao assumir o seu primeiro mandato, em abril de 1.789, prestou o seu juramento constitucional sobre a Bíblia da Loja Alexandria n.º 22, da qual fora Venerável Mestre em 1.788; em 18 de setembro de 1.783, como Grão-Mestre pro-tempore da Grande Loja de Maryland, colocou a primeira pedra do Capitólio - o Congresso norte-americano - apresentando-se com todos os seus paramentos e insígnias de alto mandatário Maçom. Falecido em 14 de dezembro de 1.799, seu sepultamento ocorreu no dia 18, em sua propriedade de Mount Vernon, numa cerimônia fúnebre, maçônica, dirigida pelo Reverendo James Muir, capelão da Loja Alexandria n.º 22, e pelo Dr. Elisha C. Dick, Venerável Mestre da mesma Oficina.

Na maçonaria, foi iniciado no dia 04 de novembro de 1752, na Loja Fredericksburg, n.º 4, no estado da Virginia. Em 1753, foi elevado ao grau de Companheiro e exaltado a Mestre em 04 de agosto de 1754.

Essas são as justificativas maçônicas e históricas para que os referidos representantes das Obediências Co-Irmãs, reunidos naquela Conferência de 1994, estabelecessem a data de 22 de fevereiro para se comemorar o DIA INTERNACIONAL DO MAÇOM.

 

Luiz Fachin

Secretaria de Educação e Cultura

GOB/RS

CIM. 178981

 



[1] Boletim do Grande Oriente do Brasil, número 910, 172.º ano, fevereiro de 1995. {Arquivo BOL1995N9-10M3125 em , visitado em 28/01/2017.